Leitura Dramática

Assim é (se lhe parece)
Luigi Pirandello


Nasceu em 1867, em Agrigento, na Sicilia, Itália, foi professor de literatura italiana, jornalista, poeta, ensaísta e ficcionista. Autor de um estilo chamado verismo, estabelece em suas peças interessante jogo com o público. Tentando colocar no palco o comportamento e a fala das pessoas, utilizou o dialeto siciliano em muitas de suas peças, nas quais lida com as questões de verosimilhança e dos limites entre normalidade e loucura. Recebeu o Prêmio Nobel de Literatura em 1934.

Neste ano em que se comemora 150 anos de nascimento do autor, o Seminário Pós-Tudo e a Crise da Democracia, encerrará suas atividades, no dia 27 de outubro com a leitura Dramática da obra Assim é (se lhe parece), que estreou há exatos cem anos, mas que, em uma época de Pós-Verdades, mostra-se extremamente atual e desafiadora. Trata-se da um texto que narra as confusões, fofocas, rumores e mal-entendidos que ocorrem em uma cidade com a chegada da família de um funcionário público – o Senhor Ponza. As idas e vindas dos personagens, as contradições e as perplexidades da comunidade local, tendem a evidenciar que a verdade não é o primado da lógica ou o objetivo da filosofia mas, muitas vezes, apenas, uma farsa ou uma trapaça.

A Leitura Dramática da peça será no dia 27 de outubro, no Centro de Pesquisa e Formação do SESC SP, às 19h.
A direção será de Roberto Ascar